PT / EN

Stand 7A20

O projeto de Carlos Carvalho Arte Contemporânea para ARCOMadrid reúne o trabalho de três artistas que expõem como a ficção pode ser uma reflexão criativa da imaginação e portanto um impulso para projetar novos futuros.

Partindo de uma forte referência ao construtivismo brasileiro, entendendo-o como um processo de transformação coletiva, a obra de José Bechara (Rio de Janeiro, Brasil,1956) é um exemplo do potencial da linguagem visual para idealização, concepção e planeamento. O artista apresentará trabalhos inéditos de diferentes formatos, no seguimento da sua nova série de pinturas criadas a partir de óxidos de carbono e cobre sobre lona de camião.

JOSÉ BECHARA
Gelosia Americana, 2022
Óxido de cobre e carbono sobre lona de camião 
150 x 240 cm
JOSÉ BECHARA
Sem título, 2023
Acrílico e oxidação de ferro sobre lona colada sobre madeira
38 cm
JOSÉ BECHARA
Sem título, 2023
Acrílico e oxidação de ferro sobre lona
35 x 30 cm
JOSÉ BECHARA
Sem título, 2023
Acrílico e oxidação de ferro sobre lona
35 x 60 cm
MARGUERITE BORNHAUSER
Sem título (Étoile Rétine), 2021
Impressão Fine Art
60 x 40 cm, Ed. 5
150 x 100 cm, Ed. 2
MARGUERITE BORNHAUSER
Sem título (Étoile Rétine), 2021
Impressão Fine Art
60 x 40 cm, Ed. 5
150 x 100 cm, Ed. 2
MÓNICA DE MIRANDA
Step Up, 2022
Madeira, metal, rodas, terra e vegetação natural, 105 x 75 x 200 cm. Ed. 2

Expondo pela primeira vez em Espanha, Marguerite Bornhauser (Paris, França,1989) na sua nova série Étoile Retine, reinventa objectos do quotidiano, dando-lhes um sentido pictórico e uma aparência abstrata tanto em cenas espontâneas ensaiando uma verdade alternativa supersaturada.

O trabalho fotográfico instalativo intitulado Astronauta (em cima) da série Path to the Stars apresentada na La Biennale di Venezia, programação paralela, e na 12ª Bienal de Berlim, integra o conjunto de obras de Mónica de Miranda (Porto, Portugal, 1976) escolhidas para a ARCOMadrid. Estas três peças de escultura e de fotografia procuram expôr as implicações de uma visão hegemónica da história onde a força da narrativas confundem ficção com realidade para reimaginar outras histórias e inventar diferentes futuros.

MÓNICA DE MIRANDA
Astronauta, "Path to the Stars", 2022
Impressão jacto de tinta sobre papel de algodão
250 x 150 cm (6 partes 83 x 75 cm). Ed. 3
MÓNICA DE MIRANDA
Our Bodies are Older than the Images or the Words, 2022
Ferro, 30 x 310 x 0,25 cm. Ed. 2
Fique a par das nossas exposições, artistas e eventos.