Pesquisar
ENGLISH

Sobre

 Ricardo Angélico questiona os meios de conhecimento científico do mundo desenvolvidos em múltiplos processos enciclopédicos de sistematização, documentação e interpretação, desordenando estes sistemas para voltar a ordenar e reorganizar. Ricardo Angélico iniciou o seu percurso artístico seguindo este princípio, numa via de exploração da Natureza e criação de associações antropomórficas ilógicas onde os corpos perdem identidade e se tornam amorfos.

 
Nestes trabalhos o artista cataloga, enuncia acentua e lista, exaustivamente, personagens que simulam enredos e se inserem numa rede de influências, tendo como ponto de partida os resultados criativos dos universos de Henry Darger que se multiplicam de forma a mostrar, segundo o artista, “o modo como a representação pode estar dissociada […] daquilo que representa, ou como se podem admirar qualidades formais de beleza e composição em imagens/obras que lidam com o horror
”.

 

 

Exposição