Pesquisar
ENGLISH

Sobre

Partindo do factor aleatório das várias ordens: plano, direcção, cor, textura, ritmo, equilíbrio, agrupamento, contraste, e estendendo a forma a um campo de possibilidades infinita, o trabalho da artista Ana Cardoso centra-se no questionamento da representação pictórica através da análise dos seus princípios objectivos, desviando-se de implicações emocionais de gosto. A artista confere aos trabalhos um carácter rizomático e um enfoque conceptual, partindo das dinâmicas dos modos de ligação, estruturação, elementos e diagramas visuais, aqui articuladas em princípios de raciocínio lógicos e outras tensões ou equilíbrios, revelando uma acção desconstrutiva do conceito de imagem e enfatizando os dramas da superfície pictórica.

No. 3 / No. 13 é o título duma pintura de Rothko. Este título, assim aplicado à exposição, tem como único objectivo situá-la numa linha de apropriação. Pelos seus próprios meios, esta exposição de Ana Cardoso desafia as noções de adaptação ou derivação de estilo e de linguagens. Matisse e Popova são, de certa forma, revistos e interligados pela artista. No espaço da galeria experimentam-se construções feitas de pinturas que, enquanto pinturas, são objectos, partes ou pedaços da construção. Todas as pinturas têm dois lados. Algumas funcionam como biombos. Há lâmpadas de iluminação colocadas muito perto das pinturas. No geral, a exposição reune cinco séries: Meditation, Surprise, Taped, After... e Monochromes. A maior parte das pinturas é feita sobre tecidos cosidos e junta materiais diferentes: linho, algodão, nylon, lã, seda, etc… e tintas acrílicas, muitos dourados e iridescentes.

Há quem acredite que o processo, e não a imagem, nos revelará alguma coisa através do que vemos. Então a imagem é confeito, surpresa, sumário de possibilidades.

A série Meditation aborda a ideia de vazio budista. Surprise é uma série que usa riscas como motivo central, como papel de embrulho. Taped copia sobras das pinturas anteriores. After… utiliza pinturas de outros e refá-las. Monochromes funciona como pontuação antropomórfica.

No. 3 / No. 13 inclui também uma impressão digitalizada feita a partir de sobras do estúdio.

A pintura é sobre a pintura.

 

 

 

Exposição